17 de Setembro de 2019
Reconhecimento Internacional
Mapa da Legalidade
DeMolay International
Memorial DeMolay
Revista DeMolay
Willem Garcia, do Mato Grosso para o Brasil e do Brasil para o Mato Grosso
Publicado em 18 de Dezembro de 2012
Foto: Acervo pessoal Willem Garcia
Recém-eleito como Grande Mestre Estadual e um dos coordenadores das atividades administrativas do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil, Willem Wagner de Almeida Garcia fez parte do processo de estruturação da Ordem DeMolay que colocou o Mato Grosso no topo da avaliador AvGestão em 2012. Há dois anos na administração estadual – era Oficial Executivo na administração finalizada em novembro -, Willem tem um histórico de serviços prestados à Ordem DeMolay. Foi fundador do Capítulo Cavaleiros da Era de Aquarius nº 348, de Barra do Garças (MT), e Mestre Conselheiro por duas gestões, em 2001 e 2002. Em 2003, quando era Mestre Conselheiro Regional, foi investido no Grau Chevalier. Já em 2008, iniciou na Maçonaria e, desde então, divide as atenções com a Ordem DeMolay. Na vida “profana”, é empresário no ramo de prestação de serviços e venda de equipamento de informática desde 2006. É casado com a paciente Poliana Gomes Carneiro e pai de uma filha de 10 anos chamada Ingryd Cordeiro Garcia. Conheça um pouco mais do Grande Secretário Nacional Adjunto que se tornou Grande Mestre Estadual, contrariando um pouco a lógica vigente na Ordem DeMolay na entrevista do mês de dezembro do DeMolay Brasil.
 
Você foi eleito Grande Mestre Estadual muito recentemente. Quais são os principais desafios para a liderança adulta na Ordem DeMolay?
Existem muitos desafios para a liderança adulta, mas o principal desafio é corresponder à expectativa da confiança depositada na minha pessoa. Outro grande desafio que destaco será o trabalho de conscientizar os maçons da necessidade de uma maior presença e participação nos Conselhos Consultivos e atividades da Ordem DeMolay.
 
Com alguns anos de estrada, quais foram as principais evoluções que você pode destacar dentro da instituição?
A Ordem DeMolay proporciona grandes ensinamentos, basta tão somente a boa vontade dos jovens em aceitá-los. Sinto que muito evolui com estes ensinamentos. Vejo que na nova estrutura do Supremo Conselho a principal evolução foi atender os anseios dos DeMolays, que tiveram participação importante para o crescimento da instituição. Temos muito a melhorar, principalmente quanto aos DeMolays entenderem que devemos investir sempre - e aí não estamos referindo exclusivamente ao financeiro - na instituição para que ela cresça cada vez mais. Ressalto, até porque acompanhei com mais proximidade a última gestão da diretoria do Supremo Conselho e participo da atual gestão, que ambas tiveram o foco direcionado ao crescimento do DeMolay Ativo via organizações afiliadas, o que não acontecia no passado.
 
Há muito tempo você trabalha no Mato Grosso, seja como Sênior DeMolay ou mais recentemente como Oficial Executivo. Esse período antes de se tornar Grande Mestre Estadual o preparou melhor para a função?
Não tenho dúvida que este período fora preparatório para o momento atual. Na trajetória de Sênior e Oficial Executivo tive a oportunidade de conviver com pessoas das mais variadas personalidades, mas com muita firmeza de caráter e que, nos momentos mais difíceis, foram orientadoras e incentivadoras da minha caminhada. Logo, foram decisivos na minha preparação. Sinto com tranquilidade que estou preparado para o cargo, mas estas pessoas continuam importantes nesta caminhada. O que eu devo estar atento é para o processo de mudança, ou seja, estar aberto para convivência com o novo e ouvir no momento oportuno as sugestões que possam contribuir para nossa adaptação.
 
Desde a posse do Grande Mestre Nacional, Ederson Velasquez, você tem sido uma das figuras chave na administração do Supremo Conselho e agora você se tornou Grande Mestre Estadual. É uma ordem pouco comum, visto que, boa parte daqueles que integram a diretoria executiva foram Grandes Mestres Estaduais antes de fazê-lo. Essa situação amplia suas expectativas ou o força a ter uma gestão diferenciada como liderança adulta estadual?
Talvez tenha feito o caminho inverso, todavia, a experiência obtida com minha participação no Supremo Conselho, será fundamental no projeto da minha administração. Tive a oportunidade de perceber o que vem dando certo no Brasil, e daí tirar proveito em benefício do meu trabalho e da minha equipe, que considero peça fundamental para o nosso sucesso.
 
Em algumas situações, o Willem Garcia parece ser um pouco fechado no primeiro contato, e, em seguida, quase sempre se mostra bem humorado. Como é o Willem na sua própria descrição?
As aparências por vezes enganam. Quem sabe por ser este o tipo da minha personalidade. Já fui mal interpretado em vários momentos e tenho tirado lições para melhorar minha conduta e reverter esta situação. Não me adapto aos cenários suntuosos, gosto do simples, mas correto. Acredito que a boa liderança se constrói com exemplos, respeito, paciência para ouvir e trabalho conjunto.
 
Assim como boa parte das lideranças adultas da Ordem DeMolay brasileira, você tem um perfil bastante jovem – até mesmo se compararmos outros momentos da instituição no país. Como a juventude ajuda e como ela pode ser um empecilho no exercício da liderança?
Tenho plena consciência de que a juventude nunca foi e nunca será empecilho para o exercício da liderança. O que acredito é que, às vezes, pecamos ao radiografar o anseio da nossa juventude. A impulsividade é algo muito ligado a juventude e em alguns momentos sinto que ela não contribui na reflexão quando da existência dos problemas. Particularmente tenho procurado disciplinar minha conduta evitando a impulsividade, refletindo com maior tranquilidade os problemas que me são apresentados.  É preciso também entender que o momento é outro e ele muda rapidamente. Se não tivermos atentos às mudanças, às vezes é mais fácil encontrar um culpado do que rever conceitos. Se não acreditarmos na contribuição do jovem neste processo, estamos perdidos, porque eles são a nossa matéria prima, e se bem preparados, poderemos ofertar à Maçonaria homens livres e de bons costumes.
 
Não faz muito tempo que um dos baluartes do seu Capítulo se tornou Legionário de Honra Honorária, o ‘tio’ José Américo. Quais lições mais importantes você pode aprender com ele?
Quando eu fui Mestre Conselheiro e recorri ao Tio José Américo para a solução de algum problema, ele afirmava que iria dormir e que no dia seguinte daria a resposta. No alto da minha impulsividade aquilo me incomodava. Ao longo do tempo fui percebendo que ele de certa forma estava vacinado contra a impulsividade e procurava refletir para emitir sua opinião. Em alguns momentos quando apresentava um problema ele perguntava qual seria minha solução para o caso fazendo com que eu me debruçasse sobre o caso e repensar no assunto. São gestos simples que as vezes marcam a personalidade da pessoa. Com isso aprendi o exercício da tolerância. Aprendi também com ele a não desanimar ou desistir diante do primeiro obstáculo e acreditar no sonho. Estes valores muito contribuíram para que eu conquistasse espaço na Ordem DeMolay.
 
Para você, falta algo para que a Ordem DeMolay se torne ainda maior do que é hoje?
O que tenho percebido é que a cada administração do nosso Supremo, pontos frágeis estão sendo corrigidos, e o aprimoramento e evolução da nossa Ordem são nítidos. O crescimento tem que ser contínuo e consistente e isto tenho percebido em nossa Ordem. Acredito que se continuarmos com este caminho, a Ordem DeMolay será cada vez maior.
                 
Qual mensagem você gostaria de passar para lideranças adultas, juvenis e para os jovens DeMolays?
A principal mensagem é de otimismo e esperança. Otimismo por acreditar no que está sendo feito e esperança por dias ainda melhores. Mas este cenário promissor só será possível com um maior comprometimento das lideranças adultas, principalmente em nossas células capitulares, e a participação responsável dos jovens, razão da nossa existência.
ENTREVISTAS
Cassiano Morais, Gro-Mestre eleito da Grande Loja do Distrito Federal
Cassiano Teixeira de Morais entrou para a história da Maçonaria brasileira [...]
Marcos Oliveira, Presidente da Alumni Bahia
Marcos Leite, conta um pouco sobre sua jornada pela Ordem DeMolay e fala especialmente [...]
Edilson Arajo, Gro-Mestre da GLEPA
Edilson Araújo dos Santos, tomou posse no mês de fevereiro no cargo de [...]
Carlos Galvani - Grande Mestre Estadual do Paran
Em meio a uma tragédia, com o falecimento precoce de dois jovens em um acidente de [...]
DM BRASIL
Congresso Estadual do Rio de Janeiro aconteceu no Palcio do Lavradio
No dia 14 de setembro, ocorreu o Congresso Estadual do Rio de Janeiro na capital, no histórico Palácio [...]
DeMolay Brasil
SCODRFB participa do Congresso Estadual em Sena Madureira no Acre
Nos dias 06 e 07 de setembro ocorreu o Congresso Estadual do Acre em Sena Madureira, que foi palco da [...]
DeMolay Brasil
Comitiva do MCNA realiza visitas pela Ordem DeMolay em Santa Catarina
Entre os dias 23 a 25 de agosto de 2019, o Mestre Conselheiro Nacional Adjunto, João Eduardo, realizou uma [...]
DeMolay Brasil
Ns Apoiamos o SCODRFB
2019 SCODRFB | Centro Nacional de Liderana DeMolay
SGAN 909 - Asa Norte - Mdulo A - CEP: 70790-091 - Braslia - DF
2019 DeMolay Brasil | Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a Repblica Federativa do Brasil. TODOS DIREITOS RESERVADOS.

Desenvolvido por Plural