DeMolay International
Desde o ano de 1919, quando a Ordem DeMolay foi fundada, a sua sede na cidade de Kansas City, nos Estados Unidos da América. O Supremo Conselho Internacional da Ordem DeMolay – SCI / DeMolay International – DI é o proprietário da nome e marca “DeMolay” e também responsável por administrar a Ordem DeMolay em todo mundo, fato este que é notório e remonta há quase um século.

O Brasil é um dos poucos lugares que possui um Supremo Conselho com autonomia para administrar a Ordem DeMolay no seu território. Desde 2004 o Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil – SCODRFB é a única instituição que possui o direito legal de fazer uso do nome / marca “DeMolay” e suas derivações, bem como de administrar a Ordem DeMolay no Brasil.

O DeMolay International publica no seu site a lista de Supremos Conselhos da Ordem DeMolay reconhecidos no mundo, podendo o link ser acessado aqui. Conforme a política de reconhecimentos que é adotada pelo DeMolay International, nos Capítulos sob sua jurisdição não deve ser admitida a participação de qualquer pessoa que não esteja regular com o próprio DI ou com algum dos Supremos Conselhos reconhecidos.

DeMolay Brasil
Desde o ano de 2004 o Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil – SCODRFB é a única instituição que pode usar o nome e a marca “DeMolay” e administrar os interesses da Ordem DeMolay no Brasil, possuindo acordo com o Supremo Conselho Internacional – SCI / DeMolay International – DI (instituição máxima da Ordem DeMolay em todo mundo e proprietário da marca “DeMolay” e todas as suas derivações) com validade até pelo menos 2029.

Existem dois processos judiciais no Brasil em que é discutido o uso ilegal da marca “DeMolay” e suas derivações e o direito de administrar a Ordem DeMolay no território nacional.

O processo mais antigo foi ajuizado pelo SCODB contra o GCE-MS (representante do SCODRFB no MS) e outros dois irmãos que eram dirigentes nossos à época. Todas as decisões de mérito proferidas até hoje foram favoráveis ao SCODRFB e seus representantes.

Posteriormente o DeMolay International / SCODRFB ingressou com ação contra o SCODB, postulando que ela pare de usar o nome da Ordem DeMolay, pague indenização pelo uso ilegal do nome e marca “DeMolay” e feche as suas atividades. Todas as decisões proferidas até hoje foram favoráveis ao DeMolay International / SCODRFB.

Como forma de esclarecer a situação para aqueles que tem dúvidas, o SCODRFB fez um guia que, além de explicar o histórico da situação com documentos, também contém todas as decisões judiciais, para que os Irmãos possam livremente tirar as suas próprias conclusões. O guia está disponível clicando aqui.

Qualquer dúvida, por favor entre em contato conosco pelo e-mail scodrfb@demolaybrasil.org.br.